A redação final do projeto de lei 396/2017 que obriga a instalação ou adaptação de fraldários em banheiros masculinos ou femininos e se houver espaço a criação de ambiente família em shopping centers ou similares do Recife, aprovado nesta segunda (12), na câmara de vereadores do município, segue para sanção do prefeito da cidade. Assim que receber a matéria, o prefeito Geraldo Júlio tem até 15 dias úteis para sancionar.

Quando a lei for publicada os estabelecimentos comerciais terão um prazo de seis meses para se adaptarem, ao término caso o estabelecimento seja denunciado o dono recebe uma advertência e ao retorno de cada visita uma multa de R$ 10 mil se não tiver atendido as normas da lei. O texto do p.l. diz que os requisitos mínimos do trocador é ter bancada para troca de fraldas, de lavatórios e de equipamento para a higienização de mãos.

Projeto de lei 396/2017 de autoria do vereador Ivan Moraes (PSOL).

A matéria de autoria do vereador Ivan Moraes (PSOL), pai de um menino com meses de vida, tramitava na casa desde agosto deste ano. O parlamentar disse que a iniciativa é o início de uma adaptação de novos estabelecimentos a seguirem a lei. “Cada vez mais a gente tem percebido a distribuição equilibrada das funções dos cuidados com as crianças e por isso os pais também precisam vivenciar sua paternidade”. O vereador destacou que não é questão de feminismo é preciso equiparar as atividades de gênero também no cuidado dos filhos “porque pai de verdade também troca fralda”, finaliza.

Antes mesmo da lei entrar em vigor, o empresário do ramo da gastronomia Rodrigo Mendonça, casado e pai de dois meninos já passou por alguns constrangimentos ao exercer sua paternidade. “Já precisei trocar meu filho na cadeira de um restaurante ou dentro do carro e depois percebi o quanto isso fazia falta de não ter trocador em banheiros masculinos”. Além da experiência desagradável vivida em trocar os filhos em local inadequado ele entendeu que a sociedade atual tem novos arranjos familiares. “Então resolvi colocar fraldários no meu restaurante para atender a várias configurações”. Afinal existem famílias de pai com mãe, só pai, só mãe, pai com pai e mãe com mãe. O Rodrigo é proprietário do Riso Restaurante, na zona norte do Recife.

Marina Belo, Antônio, Rodrigo Mendonça e Marcelo. / Arquivo pessoal.

Pensando também na inclusão e cuidados com as crianças que a Natura instalou 40 trocadores #papaiebebe em restaurantes do Brasil.  Por sugrstão do público inicialmente é em cinco capitais brasileiras – Brasília, Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. Em Pernambuco, os participantes são o Bercy Crepes e Saladas, no Parnamirim; Pobre Juan, no Shopping Riomar; o Pomodoro Café, em Casa Forte; e o Reteteu, na Encruzilhada. Para saber mais sobre o movimento clique aqui.

Leia mais sobre nossa experiência  no restaurante do Recife.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Agora nós que somos #paideverdade também podemos trocar as fraldas das crias em banheiros masculinos, graças a uma iniciativa da @naturabroficial para fortalecer os vínculos entre pais e seus bebês. . Natura Papai e Bebê instalou 40 trocadores em restaurantes sugeridos pelo público em cinco capitais brasileiras – Brasília, Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. . Aqui em Pernambuco, os participantes são o Bercy Crepes e Saladas (@bercyvillage), no Parnamirim; Pobre Juan @pobrejuan, no Shopping Riomar – local que testamos o trocador e provamos o cardápio ‘bom danado’ e fomos bem recebidos; o Pomodoro Café (@pomodoro_cafe), em Casa Forte; e o Reteteu (@reteteucomidahonesta), na Encruzilhada. . Quer saber? Me senti incluído. Percebi que o movimento #papaiebebe é um caminho sem volta e que também depende de nós para que cada vez mais torne-se uma prática comum: cuidar dos filhos dividindo funções com nossas esposas (ou como for a configuração de sua família). . Sou pai porque é meu estilo de vida. Eu me sinto bem participando de todo processo e quero contar isso ao mundo. Ao saber do convite da @naturabroficial fiquei feliz porque a empresa está de fato preocupada não apenas com a venda, mas com seu compromisso social que se estende a nós quando escolhemos algo para consumir. Estamos conectados. Tem mais. Há 25 anos a @naturabroficial já desenvolve esse trabalho de vínculo com a linha “Mamãe e bebê” e desde 2017 que criou a linha “Papai e bebê”. Marketing? Pode ser, mas de todo jeito a empresa chama a responsabilidade também para nós homens. Somos paternos (se decidimos ser) e para isso vamos construindo novos caminhos para vivenciar essa que eu considero minha melhor experiência. . Para saber mais sobre o projeto: www.natura.com.br/movimentopapaiebebe . E aí, avisa ao amigos! Marca a turma.

Uma publicação compartilhada por Pai de Verdade (@paideverdade) em

Para o advogado Adriano Binsker do @paidecinco “Trocar fralda em si não é nada demais. O que conta é o envolvimento, a participação e amadurecimento da confiança da relação entre o pai e a criança. Ao virar um ato continuo, a troca de fralda faz parte da rotina de todos pais!”

O advogado Adriano Binsker trocando fralda de uma das trigêmeas, Nicole ao lado do segundo filho André. / @paidecinco

o ator Elam Lima diz que “Pra mim trocar fraldas é sempre um momento surpresa, as vezes super estressante mas na maioria de muita intimidade e proximidade com os pequenos. Geralmente tento trazer brincadeiras e carinhos pro momento, mas quando os bichinhos não querem…aiaiaiaiaa”.

O ator Elam Lima trocando o filho Bento ao lado da primogênita Aimée. / Arquivo pessoal

  • Leia também

Amamentação é só com a mãe, mas todos podem ajudar

Passeios com crianças na Argentina

O pai da foto da matéria é o Donte Palmer que eu encontrei tentando localizar cenas reais de pais trocando fraldas dos filhos e acreditem que até fotos minhas são difíceis. Êpa, eu troco fraldas sim, dou banho. Faço tudo. Mas será que isso ainda é algo que as mães fazem mais que os pais? Por isso foi difícil encontrar imagens reais? A foto viralizou nos Estados Unidos,  depois que o pai postou a cena que o filho mais velho de 7 anos fez ao ver o irmão tendo a fralda trocada pelo pai no banheiro masculino em condições inadequadas. O fato ocorreu em setembro de 2018. Para tentar mudar a situação ele e outros pais têm levandado a #SquatForChange (em tradução livre para o português signfica #AgachamentoParaMudar) em referência a posição que nós pais precisamos ficar em alguns locais para exercer nossa paternidade.

Como diz o Marcos Piagers, #paideverdade troca fralda porque isso é o básico.