A paternidade real e de diversas formas vai ser revelada por meio de fotografias na segunda edição da exposição “Meu Pai, Meu Herói”. A fotógrafa Andrea Leal registrou em estúdio as interações de 14 pais e seus filhos retratando a intimidade e relação espontânea de amor. As imagens serão expostas na Livraria da Praça de Casa Forte, no Recife, de 10 a 31 de agosto de 2018. A abertura da mostra acontece às 16h do dia 10 de agosto, seguida por uma apresentação de chorinho, com Beto do Bandolim, marcada para as 18h.

A proposta da exposição é revelar que em determinado momento da vida o filho vê o pai como herói. Uma figura com poderes também encorajadores para desafiar medos e atendendo a chamados de emergências.

“Aos olhos dos filhos eles são fortes, invencíveis, capazes de salvá-lo dos perigos… Mas na verdade, são homens comuns, cheio de medos, incertezas, que se enchem de força para fazer o seu papel da melhor maneira possível. Espero homenagear esses pais de verdade e estimular outros homens a viverem esta experiência transformadora e cheia de amor”, convida a fotógrafa Andréa Leal.

Este ano a curadoria foi feita por este pai que anuncia neste post este projeto bacana o qual sou suspeito em falar dele. O jornalista Geraldo Lélis (@sosendopai) parceiro de edição neste blog participa da edição 2018 do projeto como personagem. Tive apoio incondicional da jornalista Patrícia Fonseca que me deu suporte bom para juntos selecionarmos estas histórias da edição deste ano. Ano passado fui um dos 11 pais selecionados por Andrea para participar também do projeto enquanto personagem como você pode ver no registro abaixo.

 

No local da exposição, o visitante assistirá a um vídeo com o depoimento do próprio personagem, contando sua trajetória. O material será editado pela produtora de vídeos Virtual e as entrevistas dos pais foram feitas por mim e Patrícia Fonseca.

A seguir você confere uma galeria com fotos feitas por meio de celular, afinal, as fotos você precisa conferir no local. (risos).  Nos cliques alguns pais entrevistados por mim. A lista completa apenas na exposição.

Clique aqui e veja como foi a edição 2017.