Milhares de pessoas tomaram os espaços nos armazéns do Recife Antigo nesta segunda(16), feriado da padroeira do Recife, Nossa Senhora do Carmo. O motivo era saudade e curiosidade. Saudade para uns em rever a apresentação e curiosidade para quem assistiu pela primeira vez o espetáculo da esquadrilha da fumaça. Por volta das 14h30 o show começou no céu ensolarado do Marco Zero com os 45 pilotos rasgando o azul celeste em frente a muitos olhares curiosos e lentes registrando tudo.

Depois de sete anos sem se apresentar no Recife, os pilotos voltam com a novidade dos aviões da linha Super Tucano (A-29) e na última apresentação usaram o Tucano. Os aviões são de caça e podem fazer manobras arriscadas e bem diferentes do que estamos acostumados a ver ou perceber se estamos numa aeronave.

Assista ao vídeo de trechos da apresentação.

Tinha gente de todo lado, cor, credo, classe social, idade, gênero. Eram famílias completas e trazendo agregados. Muita gente curtiu e pelo visto foi bom para relembrar bons momentos.

“Sempre que posso venho assistir porque me lembro do meu pai que era piloto da aeronáutica. Se tivesse essa carreira na minha época para mulheres com certeza eu seguiria.” Rosângela Perez, arquiteta.

“Importante trazer a família pra ver um evento desse, incomum na nossa cidade. Meus filhos Ficaram maravilhados e me lembro bem meu pai me trazendo e agora temos a oportunidade de trazer eles para serem felizes também” – Diego Abreu, professor de educação física (usando óculos de sol).

“Você ver uma apresentação desses caras é fundamental. Eles são excelentes, bons, nível técnico altíssimo” Carlos Rolim, piloto do Exército (centro) com seus filhos e familiares.