Categoria

Entrevista

Pai é uma questão de escolha

Entrevista

Há filhos que são planejados, há os que não são planejados e há os que vida dá. Como não é toda hora que a vida dá presentes tão gigantes, Victor Motta e Wellington Silva se agarraram a Lara e a Gabriel, respectivamente, como uma questão de escolha. O primeiro é padrasto, e o segundo é pai adotivo. Victor conheceu Lara quando ela tinha 9 meses de vida. “Desde o momento que comecei a namorar a mãe dela e resolvemos casar, eu já tinha adotado Lara como filha. A diferença é que Lara não tem meu sobrenome e não me chama de pai. Pode ser por uma questão cultural. Mas em termos de amor é igual”, explica. Leita também: Blog Corujices homenageia o Dia dos Pais em Recife RioMar Shopping lança vídeo sobre paternidade Livro HQ retrata pai ao saber sobre nascimento da filha com síndrome de down “Algumas pessoas falam…

Eles enfrentaram as dificuldades para serem pais de verdade

Entrevista

Dificuldades são encaradas a todo o momento por todas as pessoas. Para ser um pai, também é necessário encará-las sem se furtar de nenhuma. Alguns dos exemplos trazido neste Dia dos Pais são os pais José Carlos Amaral, Caio Rihan e Fabio Maia. Cada um na sua, os três superam limitações para acompanhar e participar do crescimento dos filhos. José Carlos Amaral, que convive com deficiência visual desde criança, sempre sonhou com a paternidade e a vive a cada momento. Este é o 12º Dia dos Pais dele. “Minha limitação não é motivo para eu deixar de ser um pai atuante. Eu sempre fiz questão de participar de tudo, desde dar banho quando era bebê até ajudar nas tarefas da escola hoje”, afirma o pai de Tiago Henrique, de 11 anos. A foto de José Carlos Amaral faz parte da exposição “Meu pai, meu herói” da fotógrafa Andrea Leal. A…

Pesquisando sobre como retirar a chupeta das crianças

Entrevista

Aqui em casa ainda não realizamos o processo da retirada da chupeta. Valentina completa dois anos de nascida no mês de setembro, mas já estamos pesquisando para saber como fazer para que o processo seja menos traumático para todos. O que fiz? Estou buscando informações aos poucos e compartilhando aqui com vocês. O nosso amigo, Marcos Romeu, mantém tudo sob controle e compartilha muito também no instagram @papainocontrole. É com ele que vamos saber algumas dicas e saber sobre a experiência dele. Assista ao vídeo. Leia também:  Como tirar a chupeta sem traumas.   Redes Sociais @paideverdade / @sosendopai E-mail: paideverdade.pe@gmail.com

Como tirar a chupeta sem traumas

Entrevista

“Eu jamais vou dar chupeta a minha filha”, essa frase eu disse a todas as pessoas que falavam que acharíamos bonito quando Valentina estivesse na fase de chupar chupeta. Minha sogra, dona Nelbe, chegou a comprar uma e eu na mesma hora disse que não daria a ela. Quebrei a cara sabe por quê? Numa noite em que eu e Joana tínhamos feito de tudo para Valentina dormir, checamos cocô, febre, cólica, cantamos, checamos temperatura do quarto, calor e tudo mais que você imaginar. E nada. Pensamos, será que se dermos a chupeta ela vai calar? Foi o que resolveu. Agora é outra etapa meus queridos papais (e mamães e familiares leitores). Como retirar a chupeta sem traumas? O que de fato prejudica e como podemos resolver essas questões. Para entender um pouco mais eu entrevistei a Aila Caraciolo que é odontopediatra que nos explica mais no vídeo. Nas próximas…

Psicóloga comenta proibição de brincadeira com item colecionável

Entrevista

Muito se tem comentado sobre a polêmica entre duas mulheres, que tiveram uma discussão vazada na internet. Na trama, que parece mais uma dessas web novelas, uma delas se queixa da outra ter proibido seu filho de brincar com um item de coleção. A conversa toda gerou vários debates em torno do boneco Gavião Arqueiro, integrante do grupo Os Vingadores. Um item de coleção que está avaliado em R$ 300. Ao sair da casa da dona do boneco, a mãe do menino iniciou a conversa pelo WhatsApp, relatando que a criança ficou chorando e disse havia a possibilidade de a mesma ficar doente por conta do episódio. O Blog Pai de Verdade conversou com a psicóloga Ana Lúcia Rique, especialista em educação infantil, que destacou a importância de se colocar limites nas ações das crianças. Para ela, mais importante de que se preocupar com um possível problema de saúde por…

Sabendo mais sobre parto natural e humanizado

Entrevista

Na entrevista, realizada neste mês de julho, você acompanha na apresentação de Fernando Alvarenga, no quadro Viver Bem, na Rádio Folha FM 96,7, uma entrevista com com Tatiane Frank, enfermeira obstetra e Guilherme Urben, pediatra. Eles falam sobre as vantagens do parto natural e humanizado em relação à cesariana, primeira infância, aleitamento materno e outras dúvidas que a família pode se informar para Viver Bem. Escute e se gostar compartilhe para a informação chegar às pessoas envolvidas em ser pai e mãe de verdade.  

Cia Caixinha de Música inicia colônia de férias

Agenda, Entrevista

Um grupo musical que busca contribuir de maneira efetiva com a educação das nossas crianças. Essa é a Cia Caixinha de Música formada por Rodrigo Lacerda, produção Musical; André Barreto, produção de arte/mídia, percussão e voz; Nívea Barreto, voz, escritora e contadora de estória; Eraldo Antonio, trompete e Neemias Silva, teclado. Essa turma tem um trabalho autoral para apresentações com banda e contação de estórias em vários formatos. Nos shows as crianças são convidas a experimentar a ouvir e sentir o repertório. Com isso os pequenos socializam, praticam afetividade, relacionam sons e silêncio, entendem passagens sonoras, sons corporais, exploram sons e instrumentos. Conheci a banda na Baby Kids Week realizada fim de junho e início deste mês no Shopping Center Recife. Eu e Joana gostamos muito da apresentação deles. Valentina então, nossa filha, nem se fala. Curtiu brincar com os instrumentos e interagir com a banda e outras crianças durante…

Famílias também começam com um sorriso

Entrevista

Já pensou que muitas relações iniciam com a troca de olhar e o aceitar que alguém acesse seu espaço? Quando você permite que outra pessoa tenha caminho aberto ao seu mundo geralmente a liberação vem com um sorriso, não é mesmo? E depois vem a cumplicidade, troca de palavras, acompanhar etapas… Como é bom namorar não é? Dividir alegrias, tristezas, saber como a pessoa está só de olhar o sorriso…É no namoro onde as famílias começam. Imaginar estar junto até ficar velhinhos, quem não quer? A razão do relacionamento é o amor. O amor constrói pontes para soluções. E que tal assistir ao vídeo inspirador de tantas histórias bacanas e que você vai se identificar com algum desses sorrisos. Sorrisos que se encontraram recentemente e outros que convivem há tanto tempo. O bacana, também, desse vídeo da campanha das redes sociais do RioMar Shopping é que o #PaiDeVerdade que escreve sempre…

Pai relata visão dele no parto natural

Entrevista

O Pablo Lustosa, médico-cirurgião cardíaco, pai de Davi e Arthur; e casado com Giovanna Lustosa, enfermeira relata a emoção de acompanhar o parto do segundo filho. Sabemos (pelo menos deveríamos saber) que o parto natural, humanizado, é feito pela mãe e pelo bebê. O médico obstetra e equipe estão ali para dar suporte em alguma intercorrência. É um processo longo de extrema dedicação de familiares e dos que estão alí envolvidos. É preciso os envolvidos estarem preparados, empoderados e focados. Pela minha experiência de aprendizado e buscar empoderamento que Joana Barros (minha esposa) me fez ‘correr’ durante a gestação e que ainda procuro pouco saber, pouco encontro depoimentos de pais que acompanharam de perto. Nossa Valentina chegou ao mundo por uma cesáriana. A médica-obstetra alegou porque ela estava sentada e dificilmente viraria. Tentamos nos últimos meses até uma técnica de relaxamento de acupuntura que pode ser feita em casa. Mas alerto que…

Primeiro pai com licença-paternidade de 180 dias no Brasil fala de rotina e cuidado com as filhas

Entrevista

Paulo Castro tem 32 anos e fala dos desafios da paternidade de primeira viagem. A licença maternidade gira em torno de 120 dias nas organizações privadas e de 180 dias no serviço público federal,segundo o artigo 392 do decreto lei nº 5.452 de 1º de maio de 1943. Em 2008 o Programa Empresa Cidadã insitutiu lei 11.770 regulamentando o decreto nº 7.052 que permite as empresas particulares a ofertarem uma prorrogação de 60 dias. A licença-paternidade, desde março de 2016, é de 20 dias para homens que trabalham em empresas que estejam no Programa Empresa Cidadã. As empresas que ainda não estejam cadastradas concedem apenas cinco dias. Essa semana noticiamos no blog que o pai de gêmeas que mora em Florianópolis no estado de Santa Catarina obteve licença de 180 dias. Isso mesmo. Ele passou 180 dias CUIDANDO das filhas junto à esposa dele. Para entender tudo isso fomos conversar…