Categoria

História

Garoto escreve e-book com ajuda do pai para comprar videogame

História

Daniel Alvarez tem seis anos e quer outro videogame. O que o pai e a mãe disseram? Não! Mas calma, eles deram uma opção a criança de construir o caminho e conquistar algo que ele deseja. “Sempre achei importante desenvolver habilidades empreendedoras nos meus filhos. Eu queria que eles tivessem atitudes de serem proativos e buscarem o que querem sem vitimização”, relata Guga Pessoas, pai de Daniel. O pequeno apesar de ter seis anos, respondeu como gente grande e com maturidade. Ele disse que não era justo o pai e a mãe terem dinheiro e ele não (para comprar o brinquedo) e perguntou como ele poderia conquistar o brinquedo. O que os pais fizeram? Sugeriram a ele escrever um livro para obter recursos e comprar o que ele deseja. Por isso surgiu o livro dos Porquês que será lançado este mês, mas pode ser comprado no pré-lançamento já disponível. (Mais…

Manicure que passou réveillon dentro de ônibus com família procura o pai dela

História

A manicure Cristiane Oliveira, de 46 anos, conhecida por passar o réveillon com a família dentro do ônibus para acompanhar o pai de seus filhos porque o cobrador Jorge Cesar, de 50 anos, foi escalado para trabalhar durante a virada, continua a busca pelo pai dela. A dona de casa que mora com o marido e dois filhos decidiu passar uma virada de ano diferente porque quer sempre a família unida e os filhos sempre perto do pai, convivência que ela não teve com o pai biológico. Cristiane dispensou um convite para passar o réveillon em Rio das Ostras, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. A manicure que classificou a virada de 17/18 como a melhor da vida depois de tanto sucesso que a história da família dela vem causando na internet disse que optou por passar o réveillon dentro do ônibus porque sempre quis a família unida….

Surpresa e incredulidade: as reações de Clarice em seus primeiros shows

História

Esse Dia das Crianças foi o mais mágico para mim como pessoa adulta. Talvez tenha sido mais do que quando eu era criança. Neste feriadão de 12 de outubro, pude ver Clarice aproveitar aos montes. Ela teve uma programação extensa entre brincadeiras no parque, com animais, na piscina e shows. E é aí onde quero chegar. Além de toda a programação que fez Clarice rir mais do que lhe é normal, houve dois eventos que eu pude ver a magia no olhar dela. Foram os shows do Patati Patatá, na sexta (13), e do Mundo Bita, no domingo (15). Foram as primeiras vezes que ela presenciou um show e viu os “ídolos” de perto. Leia também: Patati Patatá grava música com Thiaguinho No primeiro, era tão inacreditável para ela que ela passou o tempo todo sem saber se olhava para o telão ou para o palco. Ela estava tão acostumada a…

Angústia por informações dos filhos. Confira o relato de um pai mexicano durante o terremoto

História

O leitor e parceiro do Pai de Verdade, Miguel Rebolledo, postou em seu blog, o papaimexicano.mx, um relato do desespero que viveu no último dia 19 de setembro. Em conversa prévia, Miguel havia admitido que ainda estava assustado e inseguro, apesar de estar instalado em uma região da Cidade do México que não havia sido atingida pelo terremoto. Confira. O México é um país com grande atividade sísmica, porque está no chamado Cinturão de fogo do Pacífico. E é na costa mexicana do Pacífico que as placas da Cocos e da América do Norte fazem contato, o que gera a maioria dos terremotos em nosso país. No dia 19 de setembro às 11h, como todos os anos, foi realizado o mega simulacro em comemoração aos terremotos de 19 e 20 de setembro de 1985, no qual morreram mais de 10 mil pessoas na Cidade do México e na região metropolitana. A…

Os serviços apresentados na Baby Kids Week Recife

História

No último sábado (1º), nós do Pai de Verdade fomos ao Shopping Recife acompanhar as novidades trazidas pela Baby Kids Week e vimos vários serviços que podem fazer a diferença no dia-a-dia de papais e mamães. Entre os expositores, havia empresa de buffet de aniversário, recreação, decoração de quartos e até agência de viagens. Mas quem se destacou mesmo foram MiniMenu, Recrearte e Loktoy. O primeiro é um delivery de refeições e lanchinhos saudáveis, feitos ou com açúcar mascavo ou sem açúcar. São inúmeros tipos de pratos com preços que são razoáveis. Tudo bem. É mais caro de que se fosse fazer em casa, mas tem algumas questões envolvidas, e uma delas é a praticidade, que já adianta meio caminho pra a gente. Confere os pratinhos no Insta. Os pedidos podem ser feitos pelo whatsapp 98153-3436. Semana passada, pegamos a estrada em uma viagem que duraria 9 horas (durou 11 com as…

Primeiro dia na escola às vezes é mais difícil para os pais do que para a criança

História

Eu sempre quis que chegasse o momento de Clarice ir para a escola, ficava pensando em como seria a adaptação dela e a interação dela com outras crianças. Pensava sempre em como ela poderia acelerar a evolução dela estando em contato com outras pessoas e adquirindo habilidades e conhecimentos de forma didática, de uma forma que eu e a mãe dela não teríamos a capacidade de passar. Pois bem. Esse dia chegou. Não é a escola propriamente dita nem a decisão foi espontânea. Devido a circunstâncias que dificultam que nós da família – nem pais nem avós – cuidemos de Clarice às quintas-feiras. Foi aí que entrou em ação o hotelzinho. Entre a decisão e o primeiro dia, foram menos de 48 horas, o que, lógico, não permitiu a minha completa preparação psicológica. Achei o que todo pai acha. Que talvez ela não se integrasse logo de cara com as…

O mês que dura 300 dias

História

Clarice, minha filha, completa 1 aninho nesta quarta (19). Um ano atrás, eu publiquei este texto que segue abaixo contando sobre minha ansiedade para ver a carinha daquela bebê que teimava em não sair da barriga. Agora eu compartilho aqui para que vocês sintam um pouco da ansiedade de um pai grávido. Confira. O mês que dura 300 dias Eu cresci pensando que as piores esperas eram a do ônibus CDU/Boa Viagem/Caxangá, a do banco e a do alergologista (onde eu perdi tardes da minha infância durante um tratamento). No entanto, faltando um mês para completar 30 anos, me deparo com uma espera que me tira o sono. Todos os dias, por várias vezes, eu pergunto à minha esposa se Clarice deu algum sinal de que está para nascer, e tudo o que escuto é que ela só faz chutar o estômago e apertar a bexiga da mãe. Faz 300…