O álbum Bita e a Natureza é o finalista do Grammy Latino como melhor álbum infantil. A produção é a única finalista brasileira na concorrência. O conteúdo foi lançado em 2017 abrangendo de forma lúdica e educativa, assuntos relacionados à natureza como as águas, montanhas, fauna, flora, espaço sideral, clima e a tão necessária e atual reciclagem. O material é produzido pela Mr. Plot – idealizadora do Mundo Bita- em parceria com a Sony Music.

A informação foi anunciada e comemorada, nesta quinta (20), pelo Chaps Melo, um dos criadores do projeto pernambucano, além de dar voz as canções do Bita.

Leia também

Com conteúdo 100% autoral e voltado aos pequenos, as músicas introduzem assuntos complexos e de extrema importância já nos primeiros anos de vida, como a concepção de uma vida.

O resultado? Uma combinação mágica de músicas, aprendizado e alegria para toda a família em singles como “Chuva Chove”, “Como é que a Gente Nasce”, “Canção pro Universo”, “Nem Tudo que Sobra é Lixo” e “Trem das Estações”, com a participação especial de Milton Nascimento. Canções que serão vistas neste fim de semana com a estreia da nova turnê nacional no Recife. 

Assista ao clipe – Trem das Estações com participação de Milton Nascimento.

Bita surge da ideia de um #paideverdade – O Mundo Bita surgiu quase que ao acaso. O principal personagem, simpática figura de bigode laranja e cartola na cabeça, teve sua primeira aparição no quarto da filha recém-chegada de Chaps. O executivo notou o potencial de sua criação e a apresentou aos amigos e sócios, João Henrique Souza, Felipe Almeida e Enio Porto, que decidiram transformá-la no primeiro personagem do Mundo Bita. Surgiu então um desenho de conteúdo autoral, com linguagem adaptada para crianças e diferente de tudo que havia sido criado anteriormente.

Felipe Almeida, Chaps Melo e João Henrique Souza comemorando a indicação do álbum ao Grammy Latino 2018 – Reprodução instagram @joaohenriquesouza