Algumas crianças vão sentir dificuldade no primeiro contato com o colírio.

Conjuntivite: cuide-se e preste atenção nos olhos das crianças

Os casos de conjuntivite em Pernambuco não são novidade, e os nossos pequenos precisam de uma atenção especial, já que, a depender da idade, eles não conseguem se defender sozinhos. Quando estão com sono, a primeira coisa que fazem é coçar os olhos, e isso é um perigo. Por isso, o Pai de Verdade conversou com o oftalmologista João Lins, da Visio Clínica de Olhos, para trazer algumas dicas de prevenção.

Leia também: Pesquisa revela que homens ainda cumprem parte da função paterna

Segundo ele, as crianças mais novas, que estão no primeiro ano escolar, são o grupo mais suscetível à doença, já que têm o sistema imunológico mais debilitado, lidando com outras doenças, como a gripe, por exemplo. “O que se pode fazer é lavar sempre as mãos deles e tentar evitar ao máximo que eles passem as mãos nos olhos”, comenta João Lins. Ele também afirma que, quando eles vão crescendo, a defesa já fica mais forte, e a incidência diminui.

A Fundação Altino Ventura (FAV) contabilizou mais 11 mil casos da doença entre janeiro e março deste ano. Um aumento de 351% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 2.629 casos.

Quando forem divulgados dados do segundo trimestre, Clarice vai estar incluída. Ela foi acometida com uma conjuntivite viral e precisa ficar uma semana sem ir à escola. Logo que identificamos os olhos inchados, levamos à emergência e iniciamos o tratamento no mesmo dia.

É importante também que os pais e mães tenham a consciência de não mandar suas crianças contaminadas para a escola. Isso porque o contato entre as crianças é muito próximo e na maioria do tempo numa sala de aula fechada.

Compartilhe:
Geraldo Lélis

Pai de Clarice, companheiro de Juliana e jornalista. Apaixonado pelas minhas meninas.