Surpresa e incredulidade: as reações de Clarice em seus primeiros shows

Esse Dia das Crianças foi o mais mágico para mim como pessoa adulta. Talvez tenha sido mais do que quando eu era criança. Neste feriadão de 12 de outubro, pude ver Clarice aproveitar aos montes. Ela teve uma programação extensa entre brincadeiras no parque, com animais, na piscina e shows. E é aí onde quero chegar.

Além de toda a programação que fez Clarice rir mais do que lhe é normal, houve dois eventos que eu pude ver a magia no olhar dela. Foram os shows do Patati Patatá, na sexta (13), e do Mundo Bita, no domingo (15). Foram as primeiras vezes que ela presenciou um show e viu os “ídolos” de perto.

Leia também: Patati Patatá grava música com Thiaguinho

No primeiro, era tão inacreditável para ela que ela passou o tempo todo sem saber se olhava para o telão ou para o palco. Ela estava tão acostumada a assistir à dupla de palhaços pela televisão e pelo YouTube que ficou sem reação quando, de repente, eles aparecem numa tela e, ao mesmo tempo, em tamanho real e carne e osso a alguns metros dela.

No começo do show, eu cheguei a pensar que ela não estava curtindo. Mas a verdade era que ela não conseguia piscar os olhos. Talvez nem quisesse, para não correr o risco de perder aquele momento. Ela curtiu a beça. Tanto que, quando acabou a apresentação, que o telão foi desligado, ela ficou pedindo pra ligar a tela de volta. “Iga, iga”, dizia ela. “Acabou, filha, o Patati e o Patatá vão descansar agora”, disse o papai aqui.

No domingo (15), preparamos tudo e deixamos ela no clima. “Com o Bita, ela não vai querer ficar parada”, pensei eu. Ledo engano. Chegando ao teatro, bateu aquele sono que deixa qualquer um chato. E assim foi, mas de um jeito diferente. O que seria um período de reclamações e choradeira por causa do sono, foi uma hora de concentração.

De novo, aquele semblante compenetrado tentando entender como é que aquele boneco redondo, de suspensório, cartola, cabelo vermelho e bigode enrolado saiu da tela do YouTube. Sempre que provocada, ela dançava um pouco, mas logo voltava para sua indagação. Ao fim, levei-a para a beira do palco em busca de um afago do Bita, mas na hora H ela deu as costas para o boneco. Acho que não quis por ele ser de outro mundo.

Assim foram as primeiras experiências de Clarice em shows aos seus 1 ano e 5 meses. Foi uma reação mista de surpresa com questionamento sobre a possibilidade de aquilo ser real.

 

No fim, ela recebeu um vídeo do Patati Patatá, mandando vários beijos pra ela. Ficou também sem acreditar, mas também muito feliz.

Compartilhe: